Iniciativas oferecem quartos grátis e com desconto para médicos

Várias redes hoteleiras têm oferecido descontos e benefícios especiais para profissionais da saúde durante a pandemia —em alguns casos, a hospedagem pode até ser gratuita, graças a iniciativas organizadas por empresas e pela sociedade civil.

Um exemplo é a Rooms Against Covid, que surgiu em Portugal, opera desde maio no Paraná e chegou há pouco a outras cidades, como São Paulo. A iniciativa consiste em uma plataforma em que estabelecimentos podem se cadastrar para oferecer hospedagem gratuita aos profissionais da linha de frente no combate à pandemia. Médicos interessados precisam preencher um formulário, selecionar uma reserva e aguardar a confirmação.

Uma ação semelhante tem sido promovida pela plataforma Visit Now, especializada em hospedagens de última hora. Profissionais da saúde interessados podem se cadastrar no site e solicitar um quarto gratuito.

Redes hoteleiras também têm oferecido benefícios. Veja alguns exemplos:

Atlantica - A cadeia de hotéis oferece condições especiais para profissionais de serviços essenciais caso utilizem o código CUIDAR2020 ao finalizar a reserva pelo site.

Blue Tree - A rede de hotéis afirma que está aberta a discutir parcerias com profissionais de serviços essenciais e instituições para oferecer diárias com desconto ou outros benefícios.

OYO - A cadeia de hotéis de baixo custo oferece quartos grátis para profissionais da linha de frente. É preciso ligar para o telefone 0800 696 7000.

Nóbile - O Cremesp firmou uma parceria com a empresa para que médicos de São Paulo tenham desconto de até 40% nas diárias. Basta inserir o código promocional CREMESP ao finalizar a reserva.

Wyndham - Profissionais da saúde podem ingressar gratuitamente no nível gold do programa de fidelidade da rede de hotéis americana. Os benefícios são válidos até 2021.

Travel Inn - Preço promocional para diárias na unidade do Ibirapuera, em São Paulo.

Hotel Green Hill - Desconto para profissionais da saúde e para familiares de pessoas hospitalizadas em Juiz de Fora (MG)

Além disso, muitas prefeituras organizaram parcerias com hotéis da cidade, que naturalmente estão sofrendo com vacância em tempos de coronavírus, para atender médicos e profissionais da saúde. É sempre válido verificar se há algo do tipo em andamento em seu município.

*A Bayer não tem parceria ou se responsabiliza pelos serviços citados e prestados por terceiros

<< voltar para Covid-19