Sugestões para cozinhar melhor —ou começar a cozinhar— na quarentena

Uma das consequências imediatas do isolamento social é a possibilidade das famílias estarem mais reunidas. Um horário que ganhou espaço é o das refeições —e do preparo delas.

Para a nutricionista Ruth Cavalcanti Guilherme, presidente da Associação Brasileira de Nutrição, o momento pode ser utilizado para introduzir novos hábitos e comportamentos rumo a uma alimentação adequada e saudável, utilizando preferencialmente alimentos in natura (arroz, feijão, mandioca, batata, frutas, legumes e verduras) ou minimamente processados de origem vegetal ou animal.

 

E você começou a cozinhar mais na quarentena? Ou precisou aprender, na marra, a se virar melhor na cozinha? Para auxiliar nessa prazerosa tarefa, o #SeCuidaDoutor separou dicas de receitas nutritivas e deliciosas que podem ser realizadas nesta quarentena.

  • A Associação Brasileira de Nutrição preparou um Guia para Alimentação Saudável em Tempos de COVID-19, com dicas importantes para se preparar refeições de forma equilibrada, desde a lavagem ao preparo.
  • Caso o problema seja falta de inspiração, Rita Lobo possui um canal de Youtube, Panelinha, com dezenas de vídeos de receitas, além de seu site, que possui inúmeras receitas práticas para o dia a dia. Destaque para a seção de receitas em uma panela só, ideais para quem mora sozinho ou não quer sujar muita louça.
  • Um dos chefs com mais destaque no país por conta de programas de televisão populares como MasterChef Brasil e Pesadelo na Cozinha, Erick Jacquin, também possui um canal no YouTube que ensina de forma simples algumas receitas clássicas da culinária.
  • Tem filhos pequenos? A revista Casa e Jardim separou 7 ideias criativas para as crianças auxiliarem na cozinha. Uma outra forma de entreter e passar o tempo com elas.

*A Bayer não tem parceria ou se responsabiliza pelos serviços citados e prestados por terceiros

<< voltar para Covid-19